28 de out de 2014

III MESA REDONDA SOBRE AS CARTAS CIGANAS

Um dia que transforma o aprendizado

Foi como descobrir um tesouro (8), tesouro este que não estava tão perto (21) para que eu pudesse tocá-lo. Estava distante mas eu sabia onde estava, o mapa indicava (22), o coração impulsionava o corpo e os olhos buscavam por aquele lugar que já parecia ser conhecido (16), parecia ser um trajeto realizado diariamente. Após uma viagem exaustiva (3+17+2) cheguei naquele local no limite da ansiedade (21). Todos estavam ali, atentos, compenetrados, os olhares vidrados naquele que compartilhava o seu conhecimento (27+26) em uma fração de hora, mas que poderia durar várias inteiras, sem cansar.

Este sentimento tive ao chegar na III MESA REDONDA SOBRE AS CARTAS CIGANAS realizado por Tânia Durão no final de semana passado. Um dia sem igual, um momento para renascer, deixar muita coisa pra trás e perceber o quanto aquelas pessoas que ali estavam se identificavam com tudo o que era falado, ouvido, visto e sentido. A cabeça relaxa e esquece tudo o que já tinha acontecido previamente a este encontro. Parece outro mundo, um local onde o amor por aquilo que se discute e se tem paixão ultrapassa qualquer sentimento de vaidade, lá estavam aqueles cujo conhecimento da cartomancia é especial, é verdadeiro, é curioso, é discutível.

Deixaram todas as regras, dogmas e olhares restritos do lado de fora. Era o momento de aprender, de trocar experiência, de apresentar e passar aos outros aquilo que sabem, que fazem com ética, compromisso e amor. Alguns com uma caminhada maior, outros chegando agora, mas não tenho dúvida alguma: os mestres da cartomancia ali estavam presentes! Por que eu falo em mestres? Por que o mestre ensina aquilo que sabe não sobre um palco distante dos que ali estão para aprender, os mestres com suas palavras e olhares tão próximo faziam com que tudo ficasse mais fácil, mais simples, mais lógico.

Esta foi a III MESA REDONDA SOBRE AS CARTAS CIGANAS, este foi o momento de transformação que o evento causou. Quando participamos de um evento semelhante a este sempre pensamos no que vamos aprender, o que traremos de novo daquele local, o que isso acrescentará no meu trabalho. Para quem ficou de fora e agora apenas pode olhar os momentos registrados por imagem não tem noção da carga de informações e sensações que o evento nos entregou. Olhando a programação até podemos ter uma ideia sobre o que seria discutido durante as palestras, mas na programação ou no flyer do evento não está explicita a força que nos envolveu. Repito em dizer que é algo mágico, é tão inebriante que levei mais de um dia para processar e colocar dentro de cada “caixinha” a experiência de estar ao lado de pessoas verdadeiras, de amor transbordante, de pessoas que tocam, de olhares que não precisam de palavras. O simbolismo vem no olhar e a comunicação acontece como se fosse em outra dimensão.

Queridas e queridos, poder passar um dia com vocês é algo transformador. Pior ... causa dependência!!! Quem dera tivéssemos mais pessoas com este amor, esta vontade, esta humildade e vontade de crescer. Ontem comentei em uma foto do evento que aquele momento não tinha dinheiro no mundo que pagasse e hoje tenho a certeza de que não há fortuna capaz de encher meu coração de satisfação.

Sônia Boechat Salema, poder te abraçar e olhar no teu olho foi a forma que consegui para te entregar a minha gratidão por tudo o que contigo aprendi e aprendo sobre cartomancia. Alexsander Lepletier, com a serenidade e sabedoria que só o Lírio nos dá, foi o primeiro encontro de vários que virão. Ismênia Woyame, forte mulher que cativa qualquer um com seu doce olhar e uma alegria irradiante deixou em meu olhar seu sorriso. Victor Magalhães, o único contato que tínhamos era numa troca de jogos que fizemos inbox, prometo que na próxima seguimos para a festa SIM!!! Tato Cunha, surpreende com a velocidade de suas respostas, pessoa encantadora que arrebenta o peito de qualquer um. Renata Vasconcelos, minha gratidão pelo abraço e carinho. Julia Tourinho, quem não se apaixona??? Amei demais te conhecer!!! Luqiam Osahar, me arrebatou com uma força de urso, sábias palavras as suas. És uma companhia indispensável!!! Dalila Tiago, posso dizer que acabei minha noite ao teu lado, tem um coração imenso!!! Chris Wolf, no primeiro abraço ficou marcado nosso compromisso: “Quando será o próximo encontro???” Emanuel J. Santos “Manu”, posso dizer que nosso encontro foi da ficção à realidade, já tinha um carinho e respeito por ti muito grande, mas depois de te conhecer não consigo expressar o que é, apenas te dizer: sou grato por Ele ter feito este encontro. Tânia Durão ... a matriarca desta família. Pensou em todos  e em tudo, este foi o nosso primeiro encontro de muitos outros que estaremos juntinhos, a distância agora é bobagem. Não sei como nem o quanto te agradecer, minha mestra! A ti deixo estas palavras ...

“Como uma criança tu me pegou no colo e me ensinou a empunhar um baralho. De carta em carta foi contando uma história que trazia consigo o significado daquela imagem, foram 36 histórias uma mais bela que a outra. Sentou-me no chão e mostrou como se abre um lenço para ali deitar as cartas e me disse: 'embaralha, te concentra e vai. Abre o jogo e deixa fluir, sem regras, segue tua intuição e teu coração.' Contigo nasci, cresço e caminho. Por muitos anos quero estar ao teu lado e com esta familia nessa tenda de encantaria, magia, amor, verdade, alegrias e compaixão brindando sempre ao final de nosso trabalho com uma grande festa!”.


Que venha a IV MESA REDONDA SOBRE AS CARTAS CIGANAS EM JUNHO DE 2015!!!

Gratidão a todos!

Dênis Maapelli

22 de out de 2014

21-Montanha, 4-Casa, 35-Ancora

Será que não chegou a hora de agir?


Um trio que me chama atenção durante uma consulta é este: MONTANHA – CASA – ÂNCORA. Numa análise mais apurada de imediato vem questionamento: reclama de tudo, de todos, da vida, mas será que faz algo para mudar?

Podemos identificar este trio como uma estagnação total, três cartas totalmente sem movimento, paradas, a montanha com seu peso, sua carga, sua dificuldade que aparenta ser impossível a sua escalada e superação, remete também aquele peso nos ombros e nas costas, carregar o mundo e as pessoas nas costas. Lógico que toda esta carga vai trazer problemas em nossa estrutura física, aí surgem as dores pelo corpo, o cansaço, a exaustão.

Inicia-se assim o processo de ancoramento, de ficar preso naquela situação, não dar um passo para frente, nem para o lado ou ao menos uma para trás para sair desta inércia. As cartas são claras e objetivas em suas respostas e engana-se aquele que pensa em ir no cartomante para que o profissional resolva os seus problemas. Mostramos o que está acontecendo, como a situação evoluiu e está evoluindo e como poderá ficar, não existe a fórmula mágica dentro de um baralho a qual será usada no final da consulta e resolverá toda a vida do consulente assim que ele sair de nossa porta. O cartomante é o terapeuta neste momento, e aqui cabe o jogo franco entre profissional e consulente, literalmente colocar as cartas na mesa, os pingos nos “iiisss” e mostrar o quanto este pessoa está estagnada sem procurar uma saída.

A lamentação não resolve o problema de ninguém, apenas engessa cada vez mais o discernimento, a tomada de decisão e cabe agora aos outros a solução dos problemas do sujeito. Pense, reflita! Não está na hora de agir? De arrancar esta âncora do chão, buscar o equilíbrio, deixar a rigidez de lado e começar a subir esta montanha?

Saia da rotina, da mesmice, da inércia. Deixe a lamentação de lado e mexa-se!

O mundo e as oportunidades estão a nossa espera, basta buscá-los!!!

Abraços fraternais e muita luz em nosso caminho.

Dênis Maapelli



21 de out de 2014

Eleições 2014

                Dilma X Aécio


Sendo a última semana para a disputa presidencial chegou a hora do tudo ou nada. Ficará evidente nestes próximos dias um desgaste um pouco considerável do candidato Aécio Neves. Este buscará novas alianças e não nos espantemos se nos próximos capítulos de suas propagandas surjam apoiadores de peso, pessoas públicas, políticos, clamando nosso voto por ele. O candidato vai mudar o seu discurso também, ele aparece mais reservado, mas calmo, uma fala mais mansa se comparada a tudo o que vimos até agora nesta campanha, me parece que agora irá trabalhar com sua imagem de bom moço para quantificar melhor seu resultado. Porém, a candidata Dilma fortalecerá seu crescimento nestes últimos dias, ela vem com uma solidez de votos muito maior que o adversário, um crescimento que será percebido nesta reta final. Deste mesmo modo ela sairá de sua estabilidade de votos ou intenções de votos, indicando uma ascensão pela corrida presidencial, mas alguns empecilhos serão colocados em seu caminho. Num resumo disso tudo: uma disputa apertada e acirrada até o último momento. Os dois candidatos aparecem em movimento, tentando de todas as formas mobilizarem seus aliados para a luta final desta semana. A campanha não terá limites, Dilma aparecerá de uma forma mais dura, incisiva nos erros do PSDB e do candidato oponente e este se apresentará mais tranquilo, sereno, em paz e usará isso como arma (candidata apavorada com a perda X candidato tranquilo) Por fim neste jogo de movimentos: Aécio surge como um cavaleiro, e está sujeito a dar uma arrancada a partir de sexta-feira. Dilma movimenta-se mais lentamente e, se não estou errado, está se encaminhando para um novo porto, afastando-se do sonho da reeleição.



Tarso X Sartori (Governo do RS)

O candidato Tarso Genro que concorre a reeleição colherá aquilo que plantou durante esses 4 anos, agora, fica evidente no seu jogo a colheita, o resultado das urnas mostrará isso. Ele aparece durante esta última semana buscando votos em diferentes locais e principalmente naqueles que foi derrotado no primeiro turno, ele estará em diversos eventos públicos nesta semana. Reforçará ainda mais a sua presença nas ruas, comícios, encontro com a população. O maior desafio de Tarso está em controlar suas palavras durante estes encontros, poderá o feitiço virar contra o feiticeiro, será uma semana de confusões, intrigas, brigas internas e entre os candidatos que colocarão Tarso Genro em isolamento, me parece que adotarão uma estratégia para derrubar o oponente mas não acontecerá o esperado, ou pior, colará no candidato Tarso uma imagem não muito boa. Tarso, ao final das contas aparece estagnado, preso neste seu isolamento. Já Sartori tem ao seu lado a carta do Sol, a força, a energia, o sucesso brilhando para ele. Mas não será uma semana nada tranquila, muita instabilidade, muita confusão nos discursos e o candidato deve tomar cuidado para não se perder nisso também. Assim como o sol está ao seu lado está o cavaleiro, novamente o candidato está em disparada deixando o outro para trás. E lembrem, que no jogo realizado sobre o primeiro turno Sartori vinha acompanhado do mesmo cavalo colocando o candidato a frente de todos.

Muitas energias e pensamentos confusos nesta semana. Sexta-feira farei novo jogo, assim poderemos ter uma visão mais apurada do que acontecerá.

Abraços a todos e seguimos tranquilos e serenos pela nossa caminhada.

Dênis Maapelli

8 de out de 2014

DEIXANDO O ISOLAMENTO

Duas cartas que nos chamam a atenção quando pensamos em movimento é a Torre (19) e o Cavaleiro (1). O que me fez escrever este post foi a presença destas duas cartas durante o jogo que fiz a respeito do resultado das eleições no Rio Grande do Sul. O que aconteceu nas urnas no domingo condiz com a mensagem destas duas cartas.


 Quando a Torre está presente em nosso jogo um dos primeiros palpites que surge é "algo relacionado com a espiritualidade", interiorizar, refletir, meditar, perceber aquilo que está no nosso interior. Porém, percebo a Torre também como isolamento, algo preso, parado, que poderá demorar para acontecer. Por outro lado o Cavaleiro se apresenta com rapidez, agilidade, velocidade, em disparada. Assim como ele trás notícias, informações e poderá trazer até alguém sobre o seu lombo, ele também é extremamente destemido, tem um objetivo bem claro para atingir e vai em busca dele, talvez não seja tão estrategista quanto a Raposa, mas sua agilidade e rapidez é muito maior.


Mas o que isso nos representa, o que tem haver com o resultado do primeiro turno no Rio Grande do Sul?



Um cavaleiro em disparada da torre!!! Deixei totalmente a lógica do significado das cartas para trás no momento que vi esta dupla na minha mesa. Minha primeira intuição: o candidato que estava preso, isolado (no caso em terceiro lugar pelas pesquisas) tomaria a dianteira devido a velocidade que estava deixando este isolamento pata trás. A cena que veio nos meus olhos foi aquela de filmes onde um cavaleiro saí galopando pela porta de um castelo estrada a fora, tendo um objetivo para cumprir. E foi isto que aconteceu. O candidato que não estava nas estatísticas para concorrer no segundo turno além de ir para este novo pleito assumiu a liderança, teve a maioria dos votos.







Esta percepção, avaliação, este olhar específico e individual para cada situação que estamos utilizando as cartas para uma orientação, é que deve ser atendida para um sucesso nos resultados. Não basta apenas "decorar" o que significa cada uma das lâminas (e ficar preso a isso!!!), devemos desenvolver o olhar, a percepção, a intuição do todo. Desde a pergunta muito bem objetiva e clara até a técnica que utilizamos (a qual poderá ser tradicional ou então aquela que você desenvolve) nossa entrega deverá ser total, entrega (ou vazio) para receber as informações que as lâminas nos indicam.


Deixe a mente vazia, limpa, relaxada, não tenha tempo para encerrar o jogo, após abrir as cartas na mesa pare, olhe, escute ou sinta aquilo que elas estão nos informando. Passou alguma coisa no seu pensamento que parece ser totalmente fora da lógica do que as cartas que estão na sua frente representam? Anote e reflita, olhe e analise mais profundamente que a mensagem estará ali, e será certeira.

Que Santa Sara siga iluminando nosso olhar!!!

Denis Maapelli

3 de out de 2014

Eleições 2014


TODOS OS PROGNÓSTICOS INDICAM UMA DISPUTA ACIRRADA PARA A VAGA NO SEGUNDO TURNO

Utilizando as cartas do baralho cigano e técnicas de radiestesia, os prognósticos para o resultado do primeiro turno das eleições de 2014 que acontecem no domingo são os seguintes:


DISPUTA PARA O ESTADO DO RS


Ana Amélia: a candidata Ana Amélia, diferente dos prognósticos anteriores, aparece agora com dificuldades em seu caminho. Ela vem representada pela carta 29 – Dama e na sequencia suas cartas são Trevos (2) e Caminhos (22). Pode-se notar então que as dificuldades estão mais presentes no seu caminho neste momento. Aquela disparada nas intenções de voto vista no início de campanha ficou ofuscada e diminuída com o passar do tempo.


Tarso Genro: o candidato a reeleição Tarso Genro, representado pela carta 15 – Urso, traz em sua sequencia as cartas Caixão (8) e Nuvens (6). Nota-se um novo ciclo que ingressa este candidato podendo ser explicado pelo aumento nas intenções de votos comparado ao início do pleito, porém, seu caminho e momento não está dos melhores, mesmo iniciando uma nova caminhada para um possível segundo turno encontra-se num momento instável, nebuloso, não acontecerá a vitória em primeiro turno e poderá ocorrer instabilidades na equipe de campanha com o resultado de domingo.

Sartori: Sartori – Cavalheiro (28), é o candidato que aparece com uma posição mais agressiva de mudança de rumo, assim como o candidato Tarso Genro ele sai neste momento de um isolamento e distanciamento para alcançar o ingresso no segundo turno, em seu prognóstico surgem as cartas Torre (19) e Navio (3), indicando a saída, o movimento, o deslocamento de seu isolamento. Há grandes chances de entrar num segundo turno.

Segundo turno: Para um segundo turno os prognósticos através do baralho cigano em conjunto com a radiestesia demonstram uma virada, uma surpresa.

Uma briga muito acirrada de votos entre Ana Amélia e Sartori pelo segundo turno. As probabilidades (hoje!!!) são: Tarso Genro com aproximadamente 37% dos votos válidos, Sartori com 32% dos votos válidos e Ana Amélia com 26% dos votos válidos.


Será uma possível virada de Sartori para um segundo turno?


DISPUTA PARA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA


Dilma: A candidata a reeleição vem com todas as forças para a disputa no segundo turno, está enfrentando um pleito sofrido, sacrificante e muito diferente daquilo que era esperado por sua equipe. Traz as cartas Cruz (36) e Chicote (11). Aponta a vitória sofrida, o empenho em sair desta situação sacrificante e difícil, entra num segundo turno com uma probabilidade de 40 – 41% dos votos válidos.


Aécio: antes a estrela que brilhava para Dilma, apontando sua disparada nas intenções de votos, agora brilha para Aécio. O candidato vem acompanhado das cartas Casa (4) e Estrela (16), seu discurso regrado, um equilíbrio de sua campanha demonstra hoje o sucesso e ascensão no resultado do primeiro turno. Dentre os três candidatos que disputam uma vaga para o segundo turno ele é quem tem uma grande chance de disputar com Dilma a vaga para presidente. Tem uma probabilidade de 26% dos votos válidos no primeiro turno.

Marina: aparece com as cartas Caminhos (22) e Carta (27), no seu caminho o voto indeciso, ou até mesmo muitos eleitores que pensavam e diziam que esta era sua candidata tendem a migrar seu voto para outro candidato. Disputa uma vaga no segundo turno com Aécio, porém, sua probabilidade de votos fica em torno de 24%. Tudo indica que não alcançará o segundo turno por uma pequena quantidade de votos.


Agora, vamos ver o resultado disso tudo no domingo.
Denis Maapelli