23 de fev de 2016

36 - A CRUZ

A cruz é a última carta do baralho cigano. Por ser a última carta ela traz o simbolismo do dever cumprido, do final, da longa jornada que percorremos para atingirmos a vitória.

Ela simboliza a vitória, a conquista, a finalização de uma situação após muito trabalho. Mas tudo isso não foi fácil, não caiu do céu. Foi sofrido, pesado, tivemos que superar várias provações e por vezes carregamos alguns traumas por isso.

Mas alcançamos a vitória, não fomos derrotados ou desistentes no decorrer do processo. A cruz é a sabedoria, a glória eterna. Ela sempre aponta para o céu nos indicando que é preciso a proteção espiritual para sermos vitoriosos. Ela faz a conexão físico-espiritual, está cravada na terra mas aponta ao altíssimo sempre.

A cruz também me traz o significado do descanso final, do encontro com o paraíso celestial, caberá ao contexto que se encontra e as cartas que a rodeiam para confirmarmos isso. Ninguém carrega uma cruz tão pesada que não possa carregar. cada um carrega a cruz que construiu, aquela que lhe trará a sabedoria e a vitória.



Na mesma pedra se encontram,
Conforme o povo traduz,
Quando se nasce - uma estrela,
Quando se morre - uma cruz.
Mas quantos que aqui repousam
Hão de emendar-nos assim:
"Ponha-me a cruz no princípio...
E a luz da estrela no fim."

Mário Quintana





Seguimos na próxima semana coma  carta 4 - A Casa.

Beijos no coração!

Denis Maapelli

Um comentário:

  1. Perfeito! Engraçado que esse símbolo tem um grande significado para as culturas que conheceram o Cristianismo, e revela sim essa ligação fisico-espiritual como você disse, além da vitória, que é dolorosa, mas é certa.
    Beijo!

    ResponderExcluir